domingo

O ódio é negação da religiosidade que se pretende ter ao ir à igreja

As religiões têm histórias e estórias...

Sobretudo em sua versão formal, muito tem sido feito e falado em seu nome, quando o homem se acostumou a usá-la historicamente sob diversos pretextos, para uma prática que está longe, “há anos luz”, daquilo que seria seu verdadeiro objetivo, ou aquilo que seu idealizador “falou...”.

Estamos vivendo neste momento político do país, uma situação curiosa, onde o seu objetivo real ficou apenas como uma peça de retórica, para objetivos exatamente contrários com os seus princípios, onde não seria demais usar as expressões violência e ódio como definição de ‘práticas religiosas’ usuais.

 Confira vídeo.

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quarta-feira

Certo ou errado? Na dúvida...


Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sexta-feira

A dança da paz

Morre lentamente quem se torna escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos percursos, quem não muda a marca, quem não se arrisca vestir uma nova cor, quem não fala com quem não conhece.

Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o preto no branco e os pingos nos "is", em vez de um remoinho de emoções, justamente aquelas que fazem brilhar os olhos, aquelas que fazem de um bocejo um sorriso, aquelas que fazem bater o coração diante dos erros e dos sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca a certeza pela incerteza para prosseguir um sonho, quem não se permite ao menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não escuta música, quem não acha graça em si mesmo.

Morre lentamente quem destrói seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem passa os dias se lamentando da própria sorte ou da chuva contínua.

Morre lentamente quem abandona um projeto antes de começa-lo, quem não faz perguntas sobre assuntos que não conhece, ou quem não responde quando lhe perguntam sobre algo que domina.

Evitamos a morte em pequenas dores, lembrando sempre que estar vivo requer um esforço muito maior do que o simples fato de respirar.

Só a ardente paciência nos levará a conquistar uma esplêndida felicidade.

Pablo Neruda - Livro - A dança da Paz

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quarta-feira

“É um escândalo ir à igreja e odiar os outros”, diz o Papa

Vale à pena dar “uma olhada” em sua preferências partidário/eleitorais...

Ou espere, quem sabe, o Bozó funda uma religião supra religiosa que abarque todas aquelas – e setores de algumas – que o apoiaram em sua cruzada de violência, racismo e violação dos direitos mais elementares do ser humano... 

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sábado

Em meio às polêmicas sobre religiões...

Sabemos que muita coisa tem sido feita e/ou “fundada” em nome das religiões...

Sem falar em muitas atitudes suas, entre aspas, que revogam o mais básico princípio, não só de religiosidade/evangelho, mas de princípios humanitários simples.

Temos, por exemplo, ‘coisas’ recentes aqui no Brasil, como a misturada com o que de mais baixo e até irracional, para não dizer religioso, diríamos assim, da atividade política, que promete relativizar o mais elementar conceito de civilidade.

Mas, realmente prescindimos delas?

A religiosidade não seria uma opção comum, intelectual, como a uma ideologia, logo, seria possível ‘optar’ pelo ateísmo... Assim?

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quinta-feira

Papa critica consumismo de Natal. É, parece só mais um feriadão para se empanturrar de lojas, rangos e bebidas

Papa recebe panettone em 19 de dezembro de 2018 no Vaticano
Pensando bem, o que segura o Natal hoje, é a especulação comercial em torno do tema, pois, pelo que vemos por aí, as pessoas vêm ‘relaxando’ com a coisa e até os cumprimentos de fim de ano já mudaram.

Se antes se ouvia o Feliz Natal, o mais comum hoje é Boas Festas.

Outro lance que vem sumindo das casas e ruas é a decoração de Natal, embora o comércio se abarrote de luzinhas coloridas e coisas do gênero, pouco se vê pela cidade.

Em caminhadas pelo bairro dá até pra contar as exceções, ou seja, aquelas que mantêm a tradição.

Acho que independente de modismo perde-se um pouco quando se renuncia de vez com o sentido da coisa.

Independente de seu sentido/aspecto religioso, boa parte de nós teve seu imaginário, também constituído desde a infância com estes símbolos, e com certeza eles não são inócuos em nossos corações e mentes e nem tampouco em nosso equilíbrio emocional, embora não deixe vestígios, ou sinais visíveis.

Ou seja, renunciar a tudo isso e transformar o período/episódio em apenas mais um feriado prolongado para se empanturrar de shoppings, comidas e bebidas, não deve ser assim tão inócuo como aparenta.
"Papa critica consumismo de Natal. 
O papa Francisco recordou, nesta quarta-feira (19), que o Natal, que comemora o nascimento de Jesus na tradição cristã, não pode ser resumido "a uma bela festa tradicional" e ao "barulho do consumismo".

"A máquina publicitária convida a sempre trocar presentes novos para fazer surpresas. Mas esta é a festa que agrada a Deus?", questionou o papa aos fieis em sua tradicional audiência de quarta-feira.

"O Natal é preferir a voz silenciosa de Deus ao barulho do consumismo", definiu o líder de cerca de 1,3 bilhão de católicos em todo o mundo.

"Se o Natal se limitar a uma bela festa tradicional, onde nós temos um lugar central e não Ele, será uma oportunidade perdida. Por favor, não transformem o Natal em um evento mundano!", recomendou.

"Hoje em dia, corremos como nunca durante o resto do ano", disse ele, julgando esse frenesi contrário a um sentimento religioso.

"Não será Natal se procurarmos os brilhantes vislumbres do mundo, se nos empanturrarmos com presentes, almoços e jantares, mas nem sequer ajudarmos um pobre", acrescentou.

Em AFP

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações


*

Share/Save/Bookmark

segunda-feira

Dia Mundial dos Pobres, do Papa Francisco. Confira e faça a sua parte

O papa Francisco instituiu o “Dia Mundial dos Pobres”, em 2017, como uma forma de motivar ações de solidariedade por este seguimento da sociedade.

É quando os cristãos são convidados a se abrirem à partilha e dar sinais efetivos de caridade e solidariedade para com àqueles necessitados.

A responsabilidade pela organização mundial está com o Instituto Cáritas, inclusive no Brasil, onde o movimento ficou inserido na Semana da Solidariedade já realizada pela Cáritas Brasileira há mais de 10 anos.

Veja o manifesto feito pelo papa este ano: «Este pobre clama e o Senhor o escuta»
Obs. A imagem da foto foi presente do artista canadense Timothy Schamlz à Arquidiocese do Rio e será inaugurada e exposta ao público no dia 18 de novembro próximo, onde há na capital, comprovadamente, 4,5 mil pessoas como moradores de rua.
Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quinta-feira

Corrupção... Só a fraternidade garante a paz e sua erradicação, diz Papa Francisco

Não chega ser bem isso o que se vê por aí, a fraternidade...  Mas é o que o Papa Francisco alerta e preconiza, embora o lance, como se diz, é seguir em frente e fazer a nossa parte, que além de seus efeitos inerentes ou intrínsecos à sua condição, serão exemplos vivos que podem ser observados e, porque não? Servir de estímulos.
   Papa diz que somente fraternidade garante paz e erradicar corrupção
Cidade do Vaticano, 2 abr (EFE).- O papa Francisco pediu aos fiéis que não se fechem e ajudem os demais porque "só a fraternidade pode garantir a paz duradoura".

"Só a fraternidade pode garantir a paz duradoura, pode vencer a pobreza, pode extinguir as tensões e as guerras, pode erradicar a corrupção e o crime", disse Francisco da janela do palácio apostólico do Vaticano nesta segunda-feira, que é feriado na Itália.
Veja também: 10 lições de vida do Papa Francisco. Confira!
O pontífice afirmou que está "convocado a se ocupar do bem comum, a ajudar os irmãos, especialmente os mais fracos e marginalizados".

Após a oração do Regina Coeli, Francisco pediu a paz mundial, mencionou "as populações que mais sofrem por causa dos conflitos" e desejou que "as pessoas sequestradas ou injustamente privadas da liberdade sejam libertadas e possam voltar às suas casas".

A oração do Regina Coeli substituirá ao tradicional Angelus até o próximo dia 20 de maio, quando termina o período de Páscoa com a festa de Pentecostes.

EFE


Os grifos são nossos.

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

segunda-feira

Criatividade? Dá pra melhorar sim. Confira alguns procedimentos simples

É como bem disse (na imagem) o Einstein: “Criatividade é a inteligência se divertindo”.

Embora pareça, e seja, algo natural, essencial à condição humana, não quer dizer que ela não possa ser estimulada, otimizada, com alguns procedimentos simples.

É o que vai conferir no texto abaixo.

      “Confira como ser mais criativo com 6 passos relativamente simples

Apesar do momento político/histórico em que estamos envolvidos, emersos, mesmo, o nosso blog costuma publicar nos fins de semana temas mais – como poderia dizer? – mais leves? O que seria uma forma de ‘relaxamento’ diante de tantas notícias/reflexões indigestas, embora necessárias/vitais à nossa sanidade político-social.

Este é um ‘como fazer’ que pode dar uma força em nosso cotidiano...

" Ser criativo faz parte da natureza humana - e os desenhos nas cavernas são a prova disso. Mesmo quando a vida era muito mais bruta, ainda havia espaço para a criação. Mas, só porque todo mundo possui criatividade em si não quer dizer que exista uma única forma de expressá-la. Ela se manifesta de formas diferentes e, por isso, pode ser estimulada de variados modos.

Existem, no entanto, pesquisas da neurociência e dicas de especialistas que servem para qualquer cérebro. Conversamos com Mark Randall, chefe de estratégia e vice-presidente de criatividade digital da Adobe.

 Antes de integrar uma das maiores corporações da área de criação, Randal foi um criador de start-ups em série. Hoje, ele define quais serão as maiores tendências do mercado de criação a longo prazo.

“Eu não conheço nenhum humano que não seja criativo. Se você não tem mais criatividade, você perdeu sua humanidade”, disse à Galileu Mark Randall. Também usamos como base para a lista o livro Zig zag: The Surprising Path to Greater Creativity, de Keith Sawyer, um dos maiores especialistas em criatividade dos Estados Unidos. Confira:
1 - Valorize suas ideias e pare de se importar com a opinião dos outros
Pablo Picasso já dizia que todas as crianças nascem artistas. “O problema é manter -se artista depois de crescido”, afirmava o pintor. Por quê? “Às vezes as expectativas dos outros minam a nossa criatividade, mas muitas vezes nós fazemos isso com nós mesmos”, afirma Randall.

Aquela gozação do coleguinha sobre sua letra ou a professora que lhe disse que desenho não era com você podem ter causado um efeito maior do que você imagina. Por sorte, ninguém pode acabar com sua criatividade sem seu consentimento. A maioria dos grandes artistas não davam a mínima para a opinião dos outros. Valorize seus rabiscos, mesmo que ninguém mais os valorize.
2 - Faça perguntas, muitas perguntas
Certa vez, perguntaram a Albert Einstein como ele resolvia problemas, e ele respondeu que, se tivesse uma hora para resolver um problema e sua vida dependesse disso, ele passaria 55 minutos definindo a pergunta certa a fazer. “Quando eu soubesse a pergunta correta, poderia resolver o problema em menos de cinco minutos”, disse o gênio.

Como Keith Sawyer disse no livro Zig zag: The Surprising Path to Greater Creativity, se você está empacado em algum problema, é porque está respondendo a pergunta errada. “Pensar coisas novas exige fazer novas perguntas, não responder as mesmas perguntas melhor ou de formas diferentes. As melhores respostas surgem depois de redefinir a pergunta”, diz Randall.

Continue lendo aqui.

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sábado

Ler... Pra que?


Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quinta-feira

Vida é aqui... Agora!

'Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida' - Sêneca

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

terça-feira

Papa Francisco convida para dia de orações e jejum pela paz

(...) “na sua própria consciência, perante Deus, se pergunte 'o que posso fazer pela paz?'"

"Seguramente poderemos rezar, mas não só isso. Cada um pode dizer concretamente 'não' à violência. Porque as vitórias obtidas com a violência são falsas vitórias. Enquanto que trabalhar pela paz faz bem", concluiu.

É a exortação, o convite, do papa Francisco para que nos engajemos neste próximo 23 de fevereiro para um dia de orações e jejum.
“Papa convoca dia de orações e jejum em 23 de fevereiro pela paz
CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco convocou os católicos e membros de todas as outras religiões neste domingo para observar um dia de orações, jejum e iniciativas para a paz em 23 de fevereiro, instando todos a "dizer não" à violência e ao conflito.

Ao falar com dezenas de milhares de pessoas na Praça São Pedro na benção semanal, Francisco disse que estava fazendo o apelo por causa do "prolongamento trágico" de conflitos em todo o mundo.

23 de fevereiro é uma sexta-feira na primeira semana completa da temporada cristã da Quaresma, durante a qual o jejum de alimentos e atos extras de caridade são encorajados como um sinal de penitência.

Ele disse que "todos, em suas próprias consciências, diante de Deus, deveriam perguntar o que posso fazer pela paz?"

"Certamente, podemos orar, mas não só: cada um de nós pode dizer ´não´ à violência em seu próprio caminho, porque as vitórias obtidas através da violência são falsas vitórias, ao mesmo tempo em que trabalhar pela paz beneficia a todos", afirmou ele.

Ele convidou especificamente os não-católicos e os não-cristãos a se juntarem à iniciativa da maneira que achassem conveniente, "mas todos juntos".

Francisco disse que as orações e o jejum devem ser oferecidos de uma maneira particular para o povo da República Democrática do Congo e Sudão do Sul.

(Reportagem de Philip Pullella)- Reuters

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sábado

Comer rápido ou mastigar pouco pode ser prejudicial até pra cabeça... Pode?

É uma prática – este lance de mastigar bem – que está indo, como se diz.

Com toda esta modernidade dos fast foods da vida e mesmo em casa onde a sala de refeições, não raro é a sala de TV, o ato simples e elementar de mastigar é um detalhe que passa muito bem despercebido.

Mas, ao que tudo indica, o ato de mastigar devidamente não é só um traço educacional ou de bom tom.
"Comer rápido ou mastigar pouco pode ser prejudicial
Professor da FMRP fala que a mastigação está ligada a atividades cerebrais como a memória

Comer rápido pode ser prejudicial à sua saúde e causar indevidamente a sensação de estômago cheio. Outra prática que merece atenção é a mastigação reduzida, que pode levar até à deficiência da musculatura da face.
Leia também: Consuma orgânicos. A diferença nos preços você tira na farmácia e nos médicos
O professor Roberto Dantas, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, conta que a boca é o início da preparação para a digestão. Por isso, se a pessoa comer muito rápido e não mastigar bem os alimentos,  pode sobrecarregar a atividade do estômago. E, assim, pode dificultar a digestão e a absorção dos alimentos. 

Ele também fala que a mastigação deve acontecer de forma diferente para cada alimento, por exemplo, quanto mais duro, maior deve ser o processo de mastigação. Além disso, ela também tem impactos nas atividades cerebrais, como a memória.

Por Giovanna Grepi

Por Redação - Editorias: AtualidadesRádio USP

Fonte: Jornal USP

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quarta-feira

Reutilizando antigos Cartões de Natal e inovando na festa deste ano

A decoração de Natal é bem emblemática que quase não dá para usar a criatividade e inovar ou fazer alterações significativas.

Entretanto, ainda, é possível adicionar alguma ‘coisinha’ que possa dar um toque novo na arrumação da festa.

É o que você vai ver abaixo.

Um jeito bem criativo para usar os antigos Cartões de Natal – caso você não seja um (a) colecionador (a)... É, tem gente que coleciona.

A ideia básica é recortar as gravuras e reutilizá-las de varias maneiras na decoração de vários itens na casa para os dias de festa.
Veja também: 
 - Como fazer pequenas árvores de Natal e complementar a sua decoração 
 - Como fazer velas decorativas e aromáticas para o Natal 
 - Como fazer velas artesanais e decorativas para qualquer ocasião
Como, por exemplo:
 - Fazer ornamentos para a árvore de Natal. É só recortar as imagens que achar mais interessantes, furar e colocar um barbante bem fininho – para não aparecer muito – e pendurar; 
 - Decorar um porta guardanapos para a mesa da ceia de Natal; 
 - Dar um toque especial ao embrulho dos presentes dando-lhes uma ‘cara’ bem exclusiva e única para cada um; 
- Fazer decoração discreta e criativa nos espelhos dos banheiros; 
- Bolar algo – com colagens – para ficar na parte externa da porta, próxima a campainha; 
 - Fazer montagens nos ‘novos cartões’ com a colagem de imagens retiradas dos antigos cartões, tornando-os bem originais, únicos; 
 - Utilize a parte do cartão que está em branco, recorte-o e aproveite o formato e tipo de papel, para utilizá-lo para algum tipo de recado, comunicado especial, inclusive algum ‘Voto de Boas Festas’ colocando-os ao lado dos pratos na hora da ceia, ou junto aos presentes sob a Árvore de Natal.
Como pode ver, é só usar a imaginação e criatividade para dar um toque especial e exclusivo à sua decoração da casa para o Natal.

Publicado originalmente em Como fazer você mesmo

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*


Share/Save/Bookmark

segunda-feira

Arrume as gavetas... É, funciona. Elas refletem níveis mais sutis seus...

Uma ‘coisa’ que aparece, mesmo, quando não estamos lá estas ‘coisas todas’, como se diz, é a relativa bagunça que vamos deixando para trás de nós por onde passamos pela casa: objetos fora do lugar, porta de armários abertas, roupas usadas por todo lado e até a cama desarrumada... Sem falar em detalhes de higiene/limpeza.

Tem uma historinha que conta sobre uma garota que pedia a avó uma solução para um problema grave seu. Ao que a avó respondeu: “Suba, arrume suas gavetas e após fazer isso você terá a solução”.

Pelo visto funciona.

O nosso entorno em casa costuma refletir o que nos vai ‘n’alma’, e o maior sintoma desta situação são as gavetas. Elas – as gavetas – refletem melhor a nossa situação emocional no momento de forma mais emblemática. O ato de arrumar as gavetas pode levar a algo semelhante pela casa.

Logo, o processo de ‘arrumar as gavetas’, que inclui limpeza seleção e descarte de objetos, simbolicamente “daquilo que não presta”, é como se acionasse as ‘gavetas da alma’, e fizesse o mesmo, daí o resultado é mais centramento, lucidez e tranquilidade na sequência, condições mais apropriadas para encarar o desafio, o(s) problema(s) do momento.

As gavetas, e a casa, passam, portanto, a refletir outro cenário...

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações


*

Share/Save/Bookmark