sábado

Arroz Integral, uma opção inteligente para a sua saúde

A escala de produção, bem como as necessidades de armazenamento e transporte, levou a alterações na qualidade de muitos alimentos e até reduzindo o seu valor nutricional, como no caso do arroz que, depois de processado e refinado perde até 75% do seu valor.


O arroz consumido originalmente - o integral - é um alimento muito rico e que se reduziu a um “monte” de carboidratos de qualidade inferior, acrescido de produtos que visam dar-lhe uma melhor aparência como a parafina e o talco, e representa, hoje, o grosso do consumo.


O arroz integral tem um preço mais alto em função da pequena escala de produção, como já falamos acima, mas, pelo seu valor nutricional, merece ou compensa o sobre preço.


Quanto a forma de prepará-lo, ela não difere muito do branco, embora necessite de mais tempo de cozimento, e pode ser utilizado em todas as situações ou pratos feitos com o arroz branco, com larga vantagem no paladar e na nutrição, diga-se de passagem.


Share/Save/Bookmark

3 comentários:

FRX disse...

qualquer produto integral é melhor e faz mais bema o organismo dos que os comuns.

Anônimo disse...

Eu já fiz a troca do arroz branco pelo integral, no mínimo 3 x semana. Estou me sentindo mais saciada e já emagreci alguns quilinhos. Abraços e parabéns pela matéria.

Graça
www.usealimentosorganicos.blogspot.com

wan disse...

Olá Graça!

Como vê, o arroz integral é tudo de bom. Mas, como todo hábito que é feito pela repetição da ação, mudá-lo, também, exige a mesma atitude, só que com mais empenho. É assim com o arroz “branco”. Não acha?
Obrigada pelo elogio.

Um abraço.